logo pontes para igualdade 2.png
rostos-cartaz-texto.png
 

Os Municípios assumem-se na atualidade como um dos principais motores da participação e democratização, com capacidade para criar dentro das organizações e da sua ação espaços dinâmicos de cidadania que se revelam como exemplo para uma verdadeira mudança na vida local. 

 

A Câmara Municipal de Coruche deliberou a 19 de outubro de 2016, aderir à Carta Europeia para a Igualdade entre Homens e Mulheres, aprovou o Protocolo de Colaboração com a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG), o qual foi assinado a 21 de março de 2017, e associou-se ao dia 24 de outubro, Dia Municipal para a Igualdade. Mais recentemente foi assinado novo protocolo com a CIG que visa o período 2018-2030, sob o lema “Portugal mais igual”. Assumimos o compromisso de capacitar o nosso território e dar uma melhor resposta aos desafios do desenvolvimento e de uma gestão integrada, inclusiva e inteligente na sociedade civil, nas entidades públicas e nas empresas.

 

Hoje, os Municípios pela proximidade aos cidadãos são as entidades mais capazes de passar das palavras para a realidade dos atos, no que respeita à Igualdade entre homens e mulheres, ao nível da igualdade de oportunidades, nomeadamente no incentivo à participação e representação dos munícipes na vida política, social, económica e cultural, procurando defender os seus direitos civis e sociais, promover a mudança de atitudes e eliminar os estereótipos de género.

 

Pretendemos que Coruche seja um modelo de sustentabilidade também nas relações laborais e cumpra as metas estabelecidas pela Europa diminuindo as disparidades salariais. O «Pontes para a Igualdade – Cidadania Participada, Igualdade Alcançada» é um veículo de interação e exemplo de implementação no território da Estratégia Europeia para o Emprego e Crescimento Inteligente.

 

O Município de Coruche quer ser um verdadeiro motor da mudança, permitindo eliminar a persistência e reprodução das desigualdades e tornar a sociedade, mais justa, mais inclusiva e mais democrática, atuando em duas vertentes fundamentais deste processo de transformação – interna e externa – ou seja, para os seus trabalhadores e para os seus munícipes.

 

Assim, ao longo de 2021 iremos realizar um conjunto de ações que sensibilizem a sociedade civil, criando a cada dia novas Pontes para a Igualdade, que serão reunidas na presente página.

Programação

pontes-cartaz.png
abril-25.jpeg
 

PROGRAMA

Abril '21

Mulher com Máscara Facial
 

PROGRAMA

Março '21

25-abril.jpg